Perguntas Frequentes

 

Apresentamos algumas das questões mais frequentes. Para consultar as respetivas respostas deverá clicar sobre a imagem com a questão.

Quem pode fazer o curso?

Quem pode fazer o curso?

O que é o CCP?

O que é o CCP?

CAP vs. CCP?

CAP vs. CCP?

Tenho o CAP. Como obter o CCP?

Tenho o CAP. Como obter o CCP?

Como obter o CCP?

Como obter o CCP?

Quais os documentos necessários?

Quais os documentos necessários?

Quem emite o CCP?

Quem emite o CCP?

Quais os encargos do CCP?

Quais os encargos do CCP?

Porquê fazer o curso na B-Training?

Porquê fazer o curso na B-Training?

Como fazer a minha inscrição?

Como fazer a minha inscrição?

Qual a duração do curso?

Qual a duração do curso?

Quantos formandos terá o grupo?

Quantos formandos terá o grupo?

Que modalidades existem?

Que modalidades existem?

Quais as vantagens do BL

Quais as vantagens do BL

A B-Training é certificada?

A B-Training é certificada?

Qual a estrutura do curso?

Qual a estrutura do curso?

Como se processa a avaliação?

Como se processa a avaliação?

Os formandos avaliam o curso?

Os formandos avaliam o curso?

Qual o perfil dos formadores?

Qual o perfil dos formadores?

Qual o valor do curso?

Qual o valor do curso?

Que material necessito?

Que material necessito?

Onde decorre o curso?

Onde decorre o curso?

Como posso obter informações?

Como posso obter informações?

Formação de formadores
 

01

Quem pode frequentar o curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

As condições de acesso à Formação Pedagógica Inicial de Formadores exigem a verificação dos requisitos de entrada, exigidos pela Portaria nº 214/2011 de 30 de maio, associados ao nível de qualificação escolar:

- Deve ter preferencialmente uma qualificação de nível superior;

- Não pode ter qualificações inferiores ao 9º ano de escolaridade.

- Sem prejuízo dos critérios legais, deverão constituir critérios de acesso os seguintes:

- Interesse e motivação para a realização da ação de formação; 

- Disponibilidade;

- Situação profissional;

- Expectativas e necessidades de formação;

 - Relacionamento interpessoal (capacidade de comunicação e interação, tolerância, capacidade facilidade de cooperação e de trabalho em equipa, capacidade de coordenação de trabalho, …)

 - Competências pessoais e sociais adequadas à função: autonomia, assertividade, capacidade de resolução de problemas, espírito empreendedor, iniciativa, criatividade, flexibilidade, …)

- Competências básicas no domínio das TIC.

 

02

Em que consiste o Certificado de Competências Pedagógicas (CCP)?

 

O Certificado de Competências Pedagógicas, antigo CAP (Certificado de Aptidão Pedagógica), é um documento que atesta que determinado profissional detém as competências necessárias ao exercício de uma profissão pedagógica de formador, por referência a um descritivo de atividades indexado no âmbito do Sistema Nacional de Certificação Profissional (SNCP). O CCP está isento de renovação uma vez que é vitalício.

 

03

Porquê a mudança de designação de Certificado de Competências Pedagógicas (CCP) para o Certificado de Aptidão Pedagógica (CAP)?

 

Desde maio de 2011 que se encontra descrito em Diário da República, Portaria n.º 214/2011, a alteração da designação dos profissionais de formação e de um enquadramento legal à atividade do formador no âmbito do SNQ – Sistema Nacional de Qualificações. 

A entrada em vigor de nova legislação relativa ao regime da formação e certificação de competências pedagógicas dos formadores traz algumas alterações que merecem a atenção dos formadores certificados. Os objetivos destas alterações passam pelo reforço da qualidade da formação profissional, através da valorização da certificação da aptidão pedagógica do formador, pelo estabelecimento da obrigatoriedade da formação pedagógica inicial para o acesso à atividade de formador, garantindo uma intervenção qualificada neste domínio, e pela promoção da formação contínua dos formadores, salientando a necessidade da sua atualização permanente. Neste sentido, a principal modificação produzida pela norma está relacionada com a transição do CAP (Certificado de Aptidão Profissional) para o CCP (Certificado de Competências Pedagógicas).

 

04

Eu tenho o CAP (Certificado de Aptidão Profissional), de que forma tenho acesso ao CCP (Certificado de Competências Pedagógicas)?

 

Todos os CAP de formador emitidos ao abrigo do anterior regime de certificação, mantiveram-se válidos, produzindo os mesmos efeitos que o CCP, de acordo com o n.º 2 do artigo 13.º da Portaria nº 214/2011, de 30 de maio (que estabelece o regime de formação e certificação de competências pedagógicas dos formadores). Todos os CAP, cujos titulares acederam à Plataforma NETFORCE e procederam ao preenchimento dos dados, foram automaticamente convertidos em CCP e encontram-se disponíveis no portal. Todos os restantes CAP ficaram sem efeito.

 

05

O que é necessário fazer para ter o Certificado de Competências Pedagógicas (CCP)?

 

De acordo com os requisitos definidos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional – IEFP, I.P. -, os indivíduos poderão ter acesso ao CCP se frequentarem, com aproveitamento, um curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, com uma duração mínima de 90 horas, ou, se possuir um título emitido pela União Europeia ou noutro país, que o habilite ao exercício de formador (mas apenas em caso de acordos de reciprocidade).

 

06

Quais os documentos necessários para a frequência do Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

Para assegurar o cumprimento dos critérios de acesso à Formação Pedagógica Inicial de Formadores são necessários os seguintes documentos:

- O preenchimento da ficha de inscrição/candidatura; 

- Documento de identificação (cartão de cidadão ou Bilhete de identidade e NIF);

- A entrega do Curriculum-vitae (Modelo Europeu); 

- A entrega do certificado de habilitações*. 

 

*A fotocópia do Certificado de Habilitações deverá ser completa, e deverá constar o ano de conclusão de um dos ciclos escolares definidos em Portugal, designadamente, o 3º ciclo do ensino básico, ensino secundário, ou qualquer grau do ensino superior. Para qualquer questão relacionada com o reconhecimento de habilitações ao nível do ensino secundário, deverá contactar diretamente com a escola secundária da sua área de residência ou junto da Direção-Geral da Educação, através dos seguintes contactos: http://www.dgidc.min-edu.pt/index.php?s=directorio&pid=30, Centro Nacional de Informação sobre Reconhecimento Académico (NARIC), Divisão de Reconhecimento, Mobilidade e Cooperação Internacional (DRMCI), Direcção-Geral do Ensino Superior - Avenida Duque D'Ávila, 137 1069-016 Lisboa | Tel.: (+351) 213 126 000 | Fax: (+351) 213 126 020. Realçamos que para os formandos de nacionalidade estrangeira será obrigatória a realização da equivalência do Certificado de Habilitações, conforme acima indicado..

08

Como se procede a emissão do Certificado de Competências Pedagógicas?

 

De acordo com a portaria 214/2011 de 30 de maio, os Certificados de Competências Pedagógicas são emitidos de forma automática e por via eletrónica, através do Portal NetForce, após:

- O registo e validação das classificações finais dos candidatos que obtiveram aproveitamento, pela entidade onde se realizou a formação ou o processo de reconhecimento, validação e certificação de competências pedagógicas;

- O registo da equivalência dos diplomas ou certificados de habilitação de nível superior, sempre que seja essa a via de acesso à certificação;

- O pagamento dos encargos procedimentais; 

O Certificado de Competências Pedagógicas dispensa a emissão pelas entidades formadoras de qualquer outro documento de certificação, e consiste na atribuição de um código de validação, enviado eletronicamente a cada formador, que permite o seu acesso e ou de terceiros autorizados, através da Internet, aos dados que comprovam a respetiva certificação.

07

Que encargos estão associados ao CCP?

 

A partir de 30 de maio de 2011 (inclusive) entrou em vigor o pagamento de encargos procedimentais associados ao CCP no valor de €50 para quem adquire o CCP pela via da formação ou da equivalência de títulos. Se a obtenção do CCP for efetuada pela via do Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (via da experiência) o valor previsto é de €100. Contudo, neste momento, ainda não é possível aceder ao CCP pela via da experiência.

 
 
Quais as vantagens de frequentar o Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores na B-Training, Consulting?

 

Com a frequência do curso poderá desenvolver os seus conhecimentos e competências, de modo a responder eficazmente às exigências do mercado de trabalho, enquanto formador profissional de adultos.

Dada a vasta experiência da B-Training, Consulting na área pedagógica e, face ao alargado conhecimento do mercado da Formação Profissional, oferecemos um curso devidamente ajustado ao perfil requerido. Isto é, garantimos que as pessoas por nós formadas adquirem uma dupla valência: (1) formador- animador e (2) formador-consultor. 

Um outro fator de diferenciação dos nossos cursos prende-se com a orientação que prestamos aos nossos formandos enquanto futuros formadores. Na B-Training, Consulting trabalhamos com Consultores especializados em Formação de Adultos, e com largos anos de experiência nesta área. Desenvolvemos as nossas formações de acordo com os princípios da Formação de Adultos e de acordo com a realidade empresarial. Mantemos um alinhamento constante entre a equipa pedagógica e desenvolvemos os cursos com a máxima excelência, mediante a exploração de metodologias que propiciam a descoberta do potencial que cada formando detém. Assim, realizamos um trabalho com uma lógica endógena, i.e., com uma abordagem de autodescoberta e de exploração de todo o espólio de experiências de vida de cada formando, dando sentido a todas as aprendizagens realizadas.

09

 
Terei que me deslocar presencialmente até às instalações da B-Training, Consulting para efetivar a minha inscrição?

 

Não. A inscrição poderá ser efetivada presencialmente ou via e-mail, enviando os documentos solicitados e procedendo ao pagamento via Transferência Bancária.

10

 
Qual a duração do Curso Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

O curso Formação Pedagógica Inicial de Formadores tem uma duração de referência mínima de 90 horas para 12 participantes. A partir dos 12 participantes, por cada elemento a mais, deve prever-se um acréscimo de 2 horas no Módulo 2 – simulação pedagógica Inicial e Módulo 9 – Simulação pedagógica Final. Este percurso formativo deverá ser realizado num período máximo de 6 meses, desde que o candidato inicia o primeiro módulo de formação.

11

 
Qual o número mínimo e máximo de formandos estipulado pelo IEFP para frequentar o Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

Dependendo da modalidade de intervenção, a dimensão dos grupos pode aumentar até determinado número de participantes:

- na formação presencial, o grupo pode ter entre 8 a 18 participantes; 

- na formação em b-learning, o grupo pode ter entre 8 a 25 participantes.

12

 
Quais as modalidades de formação na qual o Curso poderá decorrer?

 

O curso Formação Pedagógica Inicial de Formadores pode ser dinamizado através de duas modalidades de intervenção formativa, nomeadamente: a formação presencial e formação em b-learning . Dependendo da modalidade de intervenção, a dimensão dos grupos pode aumentar até determinado número de participantes: na formação presencial, o grupo pode ter entre 8 a 18 participantes; na formação em b-learning, o grupo pode ter entre 8 a 25 participantes.

 

B-learning= blended-learning (sessões que decorrem em ambiente e-learning através da plataforma da B-Training, Consulting (VLC – Virtual Learning Center) e em sessões presenciais, sendo estas últimas em menor número).

13

 
Quais as vantagens do Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores na modalidade em b-learning?

 

A modalidade de formação em b-learning poderá apresentar várias vantagens, sendo estas:

- A flexibilidade temporal; 

- A formação online complementada pela formação presencial;

- Acompanhamento permanente;

- Grande interatividade entre formandos-formadores;

-Tutoria ativa;

- Utilização de uma plataforma dinâmica com atividades interativas e conteúdos inovadores (Plataforma Virtual Learning Center);

- Rapidez de acesso dos conteúdos, entre outras.

14

 
A B-Training, Consulting está devidamente certificada e reconhecida como Entidade Formadora?

 

Sim. A empresa* cuja  B-Training, Consulting  é marca registada está devidamente certificada junto da DGERT, como Entidade Formadora, com o processo número 4473. A aprovação para a dinamização de cursos de Formação Pedagógica Inicial de Formadores junto do IEFP. I.P. está registada para a modalidade presencial com o número C936005, e para a modalidade b-learning com o número C936006.

 

*A B-Training, Consulting é marca registada da empresa Gesperitus, Consultoria de Gestão de Formação, LDA. (NIF: 507346874).

15

 
Qual a estrutura e os conteúdos programáticos do Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

O Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores encontra-se estruturado em nove módulos de formação de 10 horas, sendo os conteúdos programáticos os seguintes:

 

Módulo I  – Formador: Sistema, Contextos e Perfil 

      - Formador: Contextos de Intervenção (6h);

      - Aprendizagem, Criatividade e Empreendedorismo (4h).

 

 Módulo II  – Simulação Pedagógica Inicial

    -  Preparação e Concretização das Simulações (4h);

    -  Análise e Projeto de Melhoria (6h).

 

Módulo III – Comunicação e Dinamização de Grupos em Formação

    -   Comunicação e Comportamento Relacional (6h);

    -   Diversidade no Contexto de Formação (4h).  

 

Módulo IV – Metodologias e Estratégias Pedagógicas

   -    Métodos e Técnicas Pedagógicas (6h);

   -    Pedagogia e Aprendizagem Inclusiva e Diferenciada (4h).

 

Módulo V – Operacionalização da Formação: do Plano à Ação

    -    Competências e Objetivos Operacionais (4h);

    -    Desenho do Processo de Formação-Aprendizagem (6h).

 

Módulo VI – Recursos Didáticos e Multimédia

   -    Exploração de Recursos Didáticos (4h);

   -    Construção de Apresentações Multimédia (6h).

 

Módulo VII – Plataformas Colaborativas de Aprendizagem

   -    Plataformas: Finalidades e Funcionalidades (4h);

   -    Comunidades Virtuais de Aprendizagem (6h).

 

Módulo VIII – Avaliação da Formação e das Aprendizagens

    -   Avaliação Quantitativa e Qualitativa (6h);

    -   Avaliação: da Formação ao Contexto de Trabalho (4h).

 

Módulo IX – Simulação Pedagógica Final

   -    Preparação e Concretização das Simulações  (4h);

   -    Análise e Prospetiva Técnico-Pedagógica (6h).

16

 
Como se procede a avaliação no Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

A Avaliação final dos formandos assenta nas seguintes percentagens:

(1) Simulação pedagógica inicial: 10%

(2) Simulação pedagógica final: 30%

(3) Projeto de intervenção: 30%

(4) Avaliação das aprendizagens nos restantes módulos: 30%

 

Dada a importância do módulo da Simulação Pedagógica Final, para o desempenho futuro do formando como formador, a B-Training, Consulting define que para obter a aprovação final no curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, os formandos têm de ter como classificação mínima neste módulo “2 – Aproveitamento Satisfatório”.

 

É em função da análise destes diferentes elementos que resultará uma classificação final de curso, de acordo com a escala de avaliação numérica de 1 a 5 com a seguinte correspondência em termos qualitativos: Nível 1 – Aproveitamento Insuficiente; Nível 2 – Aproveitamento Satisfatório; Nível 3 – Aproveitamento Bom; Nível 4 – Aproveitamento Relevante; Nível 5 – Aproveitamento Excelente.

 

Desta feita, a aprovação do formando no final do curso será determinada pelos seguintes critérios:

 

- Considera-se que um formando teve aproveitamento no curso - apto - quando a sua classificação final for igual ou superior ao nível 2, correspondendo em termos qualitativos a “Aproveitamento Satisfatório” e tendo registado uma assiduidade mínima de 95% sobre a duração global do curso.

 

- Considera-se que um formando não teve aproveitamento no curso - não apto - quando a sua classificação final for igual ou inferior ao nível 1, correspondendo em termos qualitativos a “Aproveitamento Insuficiente”; ou não tendo registado uma assiduidade mínima de 95% sobre a duração global do curso.

17

 
Existe algum momento na qual o formando avalia a qualidade da ação da formação?

 

Sim. Nas sessões presenciais, no fim de cada módulo, é solicitado a cada formando o preenchimento de um questionário de avaliação da qualidade da formação, com o intuito de nos dar o seu feedback e sugestões quanto ao módulo que finalizou. Nos módulos que decorrem a distância, os questionários de avaliação da qualidade da formação são disponibilizados na plataforma VLC (Virtual Learning Center). No final do curso, tanto na modalidade presencial como b-learning, cada o formando avalia de forma geral o curso que frequentou.

18

 
Qual o perfil dos formadores que colaboram na B-Training, Consulting?

 

Todos os formadores que trabalham com a B-Training, Consulting  são profissionais com uma vasta experiência profissional no mercado da formação profissional e com habilitações/qualificações adequadas. Desta feita, são um apoio fundamental à posterior integração profissional dos formandos, enquanto formadores.

Os formadores que dinamizem este curso têm como competências fundamentais:  - Uma qualificação de nível superior;

  - Serem detentores do CCP (Certificado de Competências Pedagógicas) ou do antigo CAP de formador;

- Possuir 150 horas, comprovadas, de experiência formativa enquanto Formador.

19

 
Qual o valor associado ao Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

Para a consulta do respetivo valor do curso, solicitamos que entre em contacto connosco através de e-mail, chat ou telefonicamente. Poderá também deixar-nos as suas informações que entraremos em contacto no horário que mais lhe convier.

20

 
 

21

É necessário levar material para o Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

Na primeira sessão, a B-Training, Consulting fornece o material necessário para o desenvolvimento do curso. Na modalidade presencial poderá existir a necessidade de trazer algum material sugerido pelo formador, como por exemplo o computador portátil para as sessões em que trabalhará no seu projeto de final de curso. Caso o formando não disponha de computador portátil a B-Training, Consulting assegurará esse recurso.

 

22

Qual o local onde ocorre o Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores?

 

As sessões presenciais terão lugar nas instalações da B-Training, Consulting, na Rua Castilho, nº 90, 1ºD, 1250-071 Lisboa, enquanto as sessões a distância ocorrerão na Plataforma VLC (Virtual Learning Center), disponível em: http://www.moodleb-training.com/. No caso de o grupo de formandos ser constituído por uma empresa, o curso poderá ocorrer nas instalações da própria entidade.

Como posso pedir mais informações sobre o Curso?

 

Consultando o nosso site poderá encontrar informação adicional sobre o Curso Formação Pedagógica Inicial de Formadores. Ainda assim, poderá contactar-nos via e-mail, via chat ou telefonicamente, ou deixar-nos os seus contactos para, tão breve quanto possível, entrarmos em contacto consigo.

23

 

© 2020 por B-Training, Consulting